Spaghetti de polvo ao vinho tinto

Please log in or register to like posts.
News

Spaghetti de polvo ao vinho tinto. Se você tem receio de cozinhar polvo ou porque o molusco fica duro, borrachudo ou algo do gênero, com as dica a seguir,  de como prepará-lo, garanto que todos os receios farão parte do passado.

E vem cá,  entre nós, como pode um bichinho feio ficar tão gostoso? Esta receitinha é ÚNICA!  Não tem igual! não tem para ninguém. Se você gosta de polvo, vai delirar!  É segredinho de família, aprendi com a minha nona italiana,  que era uma cozinheira de mão cheia.

Spaghetti de polvo ao vinho tinto

Ela sempre dizia que um dos segredos para conseguir um polvo macio bem macio é precisamente somente adicionar o sal depois do polvo estar cozido ou quase.

Já foi procurar alguma receita na Net? A gente le cada dica por ai né ?  Que até assusta! Como bater com o polvo na bancada, congela-lo antes de cozer, até mesmo colocar o polvo na máquina de lavar…
Se você ouvir tudo, nunca vai arriscar fazer polvo na sua vida!

Garanto é bem mais fácil do que dizem e do que você imagina  Depois de pronto,você irá ao céu, se regojizar de tão bom que fica!  Esse aspecto escurinho é pelo vinho tinto,  não se assuste, fica meio estranho mesmo, até foi difícil fotografar e conseguir uma boa apresentação, mas o sabor.. . só provando para entender o que fica isto aqui, fala sério!

Outro segredinho da nonna é comprar o polvo espanhol, muito mais macio e  suculento, que o nosso polvo, o nacional é mais ‘durinho’ .  Fazendo uma analogia entre a carne bovina, é como se o Polvo Espanhol fosse um filet mignon e o nacional uma carne de segunda como um coxão duro.

Spaghetti de polvo ao vinho tinto

O kilo do polvo que já não é muito em conta,  para ajudar não rende muito, como contém  muita água,  após cozido reduz quase para 1/3 do volume inicial.  E preço do  Polvo Espanhol, assim como a carne de primeira, também é mais alto.  Você deverá pagar por ele, cerca de 3x mais que o Polvo Nacional.  Então  o negócio é improvisar.  Como o nosso polvo tende a ficar meio ‘borrachinha’,  fazemos como a nossa carne de segunda e o colocamos na panela de pressão!

Fica macio … macio e o resultado tão perfeito quanto o espanhol!  E este é o ‘pulo do gato’ o segredinho mór,  desta receita.

INGREDIENTES:

  • 1 kilo bem pesado de polvo limpo e cortado em pedaços grande – como o polvo reduz 1/3 durante o cozimento, o tamanho dos pedaços também reduz se cortar muito pequenino corre o risco de desaparecer.
  • 6 dentes de alho bem picadinhos
  • 1 e 1/2 cebola roxa picada bem finamente (pode ser ralada)
  • 6 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 1 taça de vinho tinto cheia
  • 1/3 lata de tomate pelado Italiano ou 1 tomate italiano pelado sem pele e sem semente
  • pimenta do reino a gosto
  • 1 colher de café de pimenta calabresa (opcional)
  • queijo parmesão fatias finas para finalização do prato (opcional)
  • cheiro verde a gosto
  • sal a gosto
  • suco de 1 limão

COMO FAZER:

  1. Compre o polvo e peça para limpar.  Deus me livre limpar o polvo, afinal eles não nos cobram nada a mais por esse serviço.
  2. Polvo limpo, peça para cortar a cabeça desprezar o que tem dentro e cortar tudo em pedaços de 4 dedos.
  3. Aí quando chegar em casa, na hora do preparo basta, dar uma lavadinha em água corrente e deixar de molho  no suco de 1 limão espremido, por uns 5 minutinhos .
  4. Em uma panela de pressão coloque um fio de azeite, o alho, que não precisa dourar, apenas uma leve amareladinha, em seguida já coloque a cebola roxa que eu não tinha em casa e improvisei usando  a normal a cebola branca,  em fogo alto médio, mexendo até a cebola ficar translúcida.
  5. Lembre-se não deixe por muito tempo  este sofrido é quase in natura, quase  crú mesmo, apenas uma leve refogadinha, bem rapidinha.
  6. Em seguida, aumente o fogo e adicione o nosso lindinho polvo.
  7. Este polvo está maravilhoso, tão rosadinho, tão fresquinho, o frescor do crustáceo é super importante, quanto mais fresco,  mais saboroso será o prato!
  8. Refogue o suficiente, para ‘selar’ no azeite junto com alho e cebola,cerca de 2 a 3 minutos .
  9. Você vai observar que eles vão mudando de cor, ficam mais rosados quando cozidos.
  10. Acrescente 1 colher de café pimenta calabresa, essa pimentinha da um apimentadinho delicioso no final, sem ficar forte.
  11. Mas cuidado para não exagerar porque ela é fortinha e em excesso estraga o sabor final.
  12. Adicione os  tomate pelado, eu prefiro usar  o tomate pelado italiano, além de ser super prático não tem acidez.
  13. Aprendi com os meus primos da Itália.
  14. Lá eles usam muito!
  15. Mexa por mais 1 minuto… a fim de que o tomate de uma leve incorporada
  16. Adicione o vinho tinto seco  até cobrir bem todo o polvo na panela (cerca de 1 taça de vinho).
  17. Nesta receita eu fiz 3 polvos cerca de 3kilos, porque recebi mais gente aqui em casa,  e caso sobrasse -o que não aconteceu- super dá certo congelar e ter sempre a mão, a disposição quando bater o desejo de polvo
  18. E, claro que tive que  multiplicar tudo por três!
  19. Socorro! Não coube tudo  na pressão de 4 litros e meio, tive de mudar para a pressao de 7 litros.
  20. Tampe a panela e depois que começar a apitar deixe cozinhando por 20 minutos.
  21. Se você usou o  Polvo Espanhol, então não precisa tampar a pressão, apenas deixe a tampa semi tampada e deixe reduzir até que o molho lembre a textura de um esmalte cobrindo o polvo.
  22. Abra a panela e pegue um pedacinho, corte no meio experimente e veja se esta molinho.
  23. Como depende de polvo para polvo, de fogão para fogão e de panela para panela  Depois de 20 minutos abra e experimente!
  24. Se necessário for, deixe por + 10min e após abra a panela experimente novamente e se macio e somente agora, adicione o sal e o cheiro verde.
  25. Com a tampa aberta, deixe o caldo ferver e evaporar até reduzir quase completamente e ficar parecido a  um esmalte sobre os polvos.
  26. Enquanto isso é hora de colocar a água para ferver e preparar uma pasta bem al dente, aqui
  27. Uma dica super charmosa para servir o spaghetti no prato e deixá-lo todo arrumadinho 🙂 é  enrolar todo o espaguete do prato ou da travessa, num garfo grande, igual como enrolamos  para comer sabe?
  28. E servir ao redor e cobrindo com o nosso delicioso molho já reduzido e no ponto!!

olha só… a textura do polvo!  Hummmmmm…..

Bom apetite! 🙂

Experimenta e me conta depois!

Também dá para fazer com lulas, é só reduzir o tempo da panela de pressão para 10 minutinhos, experimentar e deixar reduzir

Spaghetti de polvo ao vinho tinto

Qualquer dúvida quanto ao preparo, estou aqui,  a disposição!

  • Tempo de preparo: 1 h
  • tempo de cozimento na pressão: + ou- 30 minutos
  • + 20 minutos apurando o molho
  • Rendimento aproximado: 3 pessoas

 

Obrigada pela visita,  beijinhos  Natalia Posses.

 

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

4 comments on “Spaghetti de polvo ao vinho tinto

  1. Olá! Qual foi a marca do vinho utilizado?

    • Olá Gustavo, poxa não me lembro, mas qualquer um médio, não precisa ser dos carões sabe? Nem dos baratinhos porque aí receita nenhuma também da certo, os chilenos costumam ter bom custo benefício, os portugueses também. Um tinto médio e seco, sua receita vai ficar estupenda! depois conta p gente eum beijao p vc 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *