Dieta do Bebê dicas e sugestões!

Please log in or register to like posts.
News
Dieta  do Bebê.

Como muita gente vem me perguntando sobre a a alimentação do Benício , eu resolvi contar por aqui, a Dieta do Bebê, como tudo começou desde que ele nasceu.

Eu amamentei exclusivamente até os 6 meses do Be, apenas depois disso começamos a introduzir  papinhas e começamos pelas de frutas.  Hoje o Be esta com 1 ano e 1 mês e  está comendo a comidinha da casa, um pouco mais molinha, porque seus dentinhos estão nascendo apenas agora.

Vou compartilhar umas dicas do meu pediatra Dr. Paulo Telles, que por sinal é MARAVILHOSO, me passou assim que começamos com a frutinha e que eu as utilizo até hoje.

Senta que lá vem TEXTÃO, é a Dieta do Bebe com dicas que vão deste a primeira semana até 1 ano de vida, mas vale a pena.

E se você tiver alguma dica e queira compartilha-la aqui conosco, será uma prazer receber você.

IMG_5148

foto: Benício com 6 meses – laranja lima

Dieta do Bebê

Muito mais importante  que como preparar a refeição é a postura dos adultos diante da alimentação da criança, temos que seguir umas regrinhas:

  • Mantenha horários fixos de refeições. Não acorde o bebê para comer.
  • Mantenha local fixo de refeições. Sem TV.
  • Deixe de jejum por pelo menos 3 horas antes das refeições salgadas. Algumas crianças precisam de mais tempo.
  • Dê líquidos somente após as refeições.
  • Não ofereça “petiscos” (inclui água de coco, suco, bolacha) nos intervalos, só água.
  • Sempre prefira as frutas em relação aos sucos.
  • Tente socializar as refeições.
  • Deixe-o manipular a comida.
  • O tempo da refeição é da criança (paciência até 1h).
  • A quantidade da refeição é da criança. Não comparar!
  • NÃO TORNE A REFEIÇÃO UM EVENTO.
  • NÃO TORNE A REFEIÇÃO UM STRESS.
  • Não negocie a refeição, determine a dieta.
  • NUNCA substitua (“pelo menos”).
  • Se não comer ofereça até 3x ou até 1h.
  • O mesmo alimento pode precisar ser oferecido mais de 8x antes da criança gostar, então paciência.  Quando não gostar, na próxima vez tente um preparo diferente do mesmo alimento.
  • Não faça rotina com criança doente.

IMG_2006

foto: Be degustando os primeiros sabores

Dieta do Bebê

Em aleitamento mista ou artificial ou algumas situações específicas (como refluxo importante ou mães que precisam retornar ao trabalho), iniciaremos as frutas aos 4 meses. Para os bebês em aleitamento materno exclusivo, iniciar somente aos 6 meses, que foi o meu caso.

IMG_1689

foto: papinha de fruta

Dieta do Bebê – PRIMEIRA SEMANA

Na primeira semana, comece com a papinha de fruta 1x no dia. Sempre comece com uma fruta de cada vez e, de preferência, mantenha a mesma por uns 3 dias.

Isso é importante para sentirmos como o intestino do bebê reage àquela fruta e se dará alguma reação. Para os bebês que mamam de 3/3hs ou menos a papinha pode tentar substituir uma mamada.

Para aqueles que fazem intervalos de 4/4hs ou mais deve-se acrescentar a fruta entre 2 mamadas.

IMG_5887

As frutas amassadinhas ou raspadinhas são preferíveis aos sucos pois tem mais nutrientes (fibras e vitaminas) e são proporcionalmente menos calóricas.

Reserve os sucos para os dias quentes, passeios, ou simplesmente para variar.

Quantidade de fruta? Depende da aceitação. Tem crianças que aceitam um papaya inteiro ou até 2 bananas em uma refeição de fruta enquanto outras não comem nem metade de uma fruta.

Se no comecinho comer uma quantidade muito pequena, pode oferecer o leite após  30min, mas nunca imediatamente após.

Observe seu filho para perceber por quanto tempo a fruta vai saciá-lo (varia muito!).

IMG_5838

Dieta do Bebê – SEGUNDA SEMANA

Papinha de fruta 2 vezes ao dia, no lanche da manha e lanche da tarde.

IMPORTANTE: Só deve iniciar a “segunda semana” quando a primeira já estiver indo bem, o que pode levar mais de 1 mês!

Dieta do Bebê – TERCEIRA SEMANA

Temos varias formas possíveis para introduzir os alimentos para os bebês, não havendo necessariamente uma certa e outra errada.

Esse momento é muito baseado na cultura de cada região e nos hábitos de cada família. Existem também modismos e vanguardas, sendo o mais “moderninho” o tal de BLW (baby led weaning).

São idéias interessantes e úteis, mas bastante trabalhosas, pouco viáveis para mães que trabalham ou que tem pouca ajuda em casa. Sinceramente na  prática diária do consultório do meu pediatra, ele  não vê muita diferença no “produto final” entre os que usam a técnica BLW, os que optam por introduzir um grupo alimentar por vez ou aqueles que começam com uma “papa” com todos os grupos e fazem a transição para os sólidos e separados aos poucos para que seja nutricionalmente adequado.

Dieta do Bebê

O que não pode de jeito nenhum é não progredir a consistência gradualmente. Não se pode esquecer que com um ano a criança deve ser capaz de comer a comida da família, sólida e separada (prato colorido e não “gororoba”). Para isso, todo mês a papinha tem que ser um pouco mais pedaçuda e consistente que o mês anterior, mesmo que o 1o dentinho só apareça com mais de 1 ano, que é o caso do Be.

Alguns bebês amam a transição e já estão comendo comida da família aos 9 meses. Outros detestam e cospem pedacinhos, nauseiam, mas não pode desistir de progredir, nem que seja bem lenta e respeitosamente.

Deve-se iniciar a papa salgada após pelo menos 1 semana de aceitação razoável da fruta .

Iniciar a papa salgada na hora do almoço (além das 2 porções de fruta)! Uau é impressionante como aquele ser tão pequenino come, pelo menos o Be é um gulosinho.

A papinha da Dieta do Bebê deve conter:

  • 1 porção completa de proteína ou 2 porções menores se for colocar proteína de origem animal (carne/ovo) e vegetal (grãos/leguminosas)
  • 1 porção de carboidrato (cereais ou tuberculos/raizes)
  • 1 ou mais porções de legumes
  • 1 ou mais porções de verduras (folhas)
  • 1 colher de chá de azeite (acrescentar depois de pronta – não levar ao fogo!)
  • mínimo de tempero e sal
    (iniciar sem sal e ver se aceita)

Modo de preparo
Cozinhar tudo em água até amolecer bem, amassar até formar um pure grosso e não uma sopa liquida e homogênea. Se necessário no início pode passar pela peneira ou pelo espremedor de batatas. A carne não conseguirá passar pela peneira, então aproveite o caldo que ela solta no resto dos alimentos e bata só a carne no liquidificador ou mixer acrescentando-a no final.

A consistência de purê e não sopa liquida gera o estímulo ideal para o desenvolvimento dos dentes, da formação, deglutição e estímulo do paladar, e nada disso é atingido com o preparo dos ingredientes batidos no liquidificador.

Comece oferecendo aproximadamente 50g da papinha no 1o dia e veja a aceitação.

Algumas crianças comem um prato fundo cheio (quase 300g!) enquanto outras tem menos necessidade (nunca passam de 120g). Só devemos restringir a quantidade se surgirem sinais de preocupação: regurgitações ou ganho de peso excessivos.

Dieta do Bebê -QUARTA SEMANA

Só deve iniciar a quarta semana quando a terceira já estiver indo bem!

Acrescentar o jantar.

Após boa aceitação do jantar, o dia do bebê ficou mais ou menos assim:

  • 2 porções de fruta/dia (Lanches da manhã e da tarde ou sobremesas do almoço e jantar, o que encaixar melhor na rotina. Em geral quem mamava de 4/4hs acaba precisando de mais tempo de jejum para ter apetite e as frutas ficam para sobremesa enquanto quem mamava de 2 ou 3hs de intervalo precisam de lanchinhos a cada 3hs)
  • 2 refeições salgadas/dia (almoço e jantar)
  • No mínimo 350ml leite/dia (para quem mantém peito em torno de 3 mamadas/dia) e máximo de 800ml/dia. Excesso de leite (sejam mamadas no seio ou formula), como mamadas de madrugada após os 6 meses de idade sempre causam desequilíbrios nutricionais

Ajuste os horários da forma mais conveniente para você e tente mantê-los relativamente fixos, o bebê precisa de rotina!

CONHECENDO UM POUCO MAIS OS ALIMENTOS dieta do bebê:

Energéticos – Carboidratos:

  • Tubérculos: Batata – Batata-doce –  Inhame – Mandioca – Mandioquinha
  • Cereais: Arroz –  Farinha – Aveia – Macarrão – Quinoa – Chia (sempre prefira cereais integrais como arroz integral, macarrão integral)

Alimentos Proteicos:

  • Carne de vaca – Carne de frango – Fígado – Peixe – Frutos do mar* – Carne de porco* – Ovo – Leite – Queijo – Iogurte – Coalhada

ATENÇÃO:* Alimentos que não devem ser introduzidos na papinha inicial:

Leguminosas:

  • Feijão – Feijão branco – Feijão preto – Lentilha – Ervilha -Grão de bico- Soja

OBS: Além de conter carboidratos, leguminosas são muito mais ricas em proteínas do que outros legumes, mas não o suficiente para substituir a carne sempre.

Portanto, podem ser acrescentados aos demais ingredientes da papa, dosando quantidades. Evitar os grãos com casquinha (feijão, ervilha, etc.) inteiros antes de 8 meses pelo risco de engasgar (antes disso, se quiser, use só o caldo ou amasse bem).

Alimentos Reguladores Dieta do Bebê:

  • Frutas: Abacate – Abacaxi – Acerola – Ameixa vermelha – Ameixa amarela – Ameixa preta – Banana-maçã – Banana nanica – Banana prata – Caju – Cereja – Figo – Fruta do conde – Goiaba – Jaca – Kiwi – Laranja pêra – Laranja lima – Limão – Lima – Maçã – Mamão – Maracujá – Melancia – Melão – Morango – Pêra – Pêssego – Tangerina – Uva – Manga – Caqui…
  • Legumes: Abóbora – Abobrinha – Berinjela – Beterraba – Cenoura – Chuchu – Pepino – Pimentão – Tomate – Vagem…
  • Folhas/Verduras: Acelga – Alface – Almeirão – Agrião – Brócolis – Catalônia – Couve – Couve-flor – Espinafre – Erva-doce – Repolho – Rúcula…
  • Temperos: Alecrim – Alho – Alho poro – Cebola – Cebolinha – Coentro – Hortelã – Manjericão – Mostarda – Salsa – Sal (mínimo de sal possível).

Exemplos de combinações Dieta do Bebê:

  • Carne bovina, berinjela, batata, agrião
  • Frango, chuchu, mandioquinha e espinafre
  • Frango, tomate, batata e brócolis
  • Gema, abobrinha, batata doce e alface
  • Fígado, abóbora, batata e espinafre
  • Carne bovina, arroz, beterraba e acelga

Dois exemplos de receitas para a Dieta do Bebê:

1.Papinha de fígado com mandioquinha

INGREDIENTES:

  •  300g de fígado de boi
  •  2 mandioquinhas médias
  •  2 abobrinhas pequenas
  • 2 e 1/2 xícaras de chá de acelga picada
  •  2 colheres de sopa de cebola ralada
  •  2 colheres de s opa de salsa picada
  • 1/3 de xícara de chá de arroz cru lavado
  • 1 colher de sopa de óleo de milho ou girassol ou azeite
  •  3 litros de água.

COMO FAZER: Leve ao fogo todos os ingredientes (na panela com água). Cozinhe em fogo brando até que os ingredientes estejam bem macios e desmanchando. Passe por uma peneira de malha fina e sirva.

2. Papinha de carne com legumes e macarrão – Dieta do Bebê

(exemplo com mais de um carboidrato e mais de um legume, mostrando que dá para inventar!):

INGREDIENTES:

  • 300 g de batatas (cortado em cubos pequenos)
  • 1 cenoura média (cortado em cubos pequenos)
  • 4 folhas de alface
  • 1 tomate pequeno (sem pele e sem semente picado)
  • 300 g de patinho bem picadinho
  • 1 xícara de macarrão padre nosso
  • 1 pitada de sal (opcional)
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 colher (chá) de salsinha
  • 1 rodela de alho poro
  • 1 colher (sopa) de cebola ralada

COMO FAZER: Em uma panela refogue bem a carne. Quando não estiver mais crua, acrescente o alho, a cebola e o sal. Junte 1,5 litro de água fervente e acrescente o restante dos ingredientes, deixando cozinhar. Assim que estiverem bem macios, desligue o fogo e aguarde um pouco. Bata no liquidificador a carne com um pouco do caldo da papinha e retorne à panela. Mexa bem. Passe os ingredientes por uma peneira fina e sirva.

DICAS/DÚVIDAS dieta do bebê:

  • Entre as partes do frango, prefira coxa e sobre coxa (mais ricas em ferro).
  • Tente oferecer fígado 1x/semana no 1o ano de vida.
  •  Tente oferecer gema de ovo 1-2x/semana.
  • A papinha salgada pode ser congelada em recipientes individuais por até 1 mês. Uma vez descongelada, o que sobrar deve ser jogado fora (não pode recongelar!).
  • Não existe restrições quanto ao tipo de panela (pressão, T-Fal, inox, ferro) desde que em bom estado.
  •  O micro ondas pode ser utilizado sem restrições, tanto para preparar quanto para aquecer os alimentos do bebê, desde que não use recipipientes plásticos com BPA e que cheque se o dispositivo pode ser levado ao micro (a maioria dos pratinhos infantis tem escrito embaixo que não pode!)
  • Nunca ofereça leite ou derivados (iogurte, por exemplo) num intervalo menor que 1 hora da papinha salgada. O cálcio do leite atrapalha a absorção do ferro, facilitando o desenvolvimento de anemia.
  • Tente oferecer aveia em farelo misturada na fruta pelo menos 1x/semana a partir de 4 a 7 meses (a exposição ao glúten nessa faixa de idade parece reduzir o risco de doença celíaca no futuro)
  • Evite açúcar no 1o ano de vida (uma dieta sem açúcar reduz a colonização por bactérias formadoras de cáries na boca e diminui risco de obesidade, hipertensão, diabetes, distúrbios alimentares, etc).
  • dieta do Bebê
  • Lembre que o bebê menor que um ano geralmente é muito pouco exigente. A necessidade de mudar e introduzir coisas novas e diferentes (tipo gelatina, danoninho, sagu) é dos pais e não dele. Ele não conhece “porcaria” e só vai  gostar e VICIAR se for exposto antes dos 2 anos de idade! Enquanto a criança não vai para escola cabe aos pais cuidar dos bons hábitos alimentares! Claro que acima de um ano uma escapa eventual e esporádica não perverte bons hábitos, mas antes de um ano deve-se evitar ao máximo a exposição a açúcar, farinha branca e sal e entre 1 e 2 anos reservar para situações de exceção. Se conseguir fazer isso seu filho será mais saudável e feliz ao longo da vida, não sentindo falta, dependência física por esses alimentos e mantendo prazer genuíno com as frutas e alimentos naturais.
  • dieta do bebê
  • Pode usar papinha Nestlé de vez em quando (para sair, no fim de semana…) sem culpa. Só não pode ser rotina!
  • Começar sempre com as frutas separadamente para avaliar aceitação do gosto e reação do intestino. Depois de algumas semanas pode misturar 2 ou mais frutas em uma papinha ou vitamina.
  •  Água deve ser oferecida após o início das papinhas salgadas e nos bebês em aleitamento artificial, principalmente no verão! Não se assuste se o bebê não quiser no começo, é bem comum.

IMG_2022

É isso aí!
Dúvidas e perguntas surgirão com toda a certeza, mas com as informações acima acho que dá para começar a brincar de alimentar seu baixinho!

dieta-do-bebefoto Be 1 ano, comendo comidinha da casa 😉

Espero ter ajudado.  Beijinhos Natty Posses

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *