Risoto de Bananinha

Please log in or register to like posts.
News
Risoto de Bananinha

Como não amar risoto? No calor ou no frio,  se chova ou  faça sol, risoto é sempre risoto, e é sempre bem vindo

A técnica é italiana, mas o sotaque do risoto de hoje,  é bem brasileiro. Risoto de bananinha.

Conhece bananinha? É um dos cortes mais saborosos do boi,  são tiras obtidas da desossa do contrafilé, que tem de 3 a 4  centímetros de largura e  são extremamente saborosas, com  sabor de costela macia.

Risoto de bananinha, cremoso e ao ponto, leva tenras tiras suculentas desse corte especial do contrafilé,  com cebolas  julienne ao molho de shoyo e  parmesão  ralado  em lascas.  Falando assim, pode até não parecer tanto, mas você  vai entender o quanto essa combinação de ingredientes funciona depois de provar, acredite! 😉

Para não ter erro na hora do preparo, só tomar nota das  dicas a seguir,   manter o caldo quente, ir acrescentando, aos poucos, em conchas. Mexer para não grudar no fundo – mas oh, não precisa e nem pode,  mexer o tempo todo, senão o arroz não cozinha.

Mas vem que eu te conto melhor, durante o preparo,  afinal a prática é sempre mais fácil que a teoria

Risoto de BananinhaVocê vai precisar dos seguintes,

INGREDIENTES:
250g de bananinha, corte do contrafilé
1 xícara de arroz arbóreo
2 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de azeite
1 cebola cortada em cubos regulares e uniformes, brunoise
1/2 cenoura ralada em ralo grosso

100ml de vinho branco e seco
3 xícaras de caldo de carne caseiro ou 1 tablete de caldo
1 cebola grande cortada em tiras,  corte julienne
2 colheres de shoyo
100 g de parmesão ralado
20g de parmesão fatiado em lascas grossas
sal e pimenta do reino a gosto

Page 1

PRÉ-PREPARO: Pique uma cebola brunoise em cubos uniformes Reserve

Depois rale 1/2  cenoura no ralador, ralo grosso   Reserve.

Tempere 250g de bananinha com pimenta do reino e sal a gosto. Reserve.

COMO FAZER:

O risoto é feito em uma única panela.

Leve uma panela de fundo grosso, ao fogo médio e coloque 1 colher de sopa de manteiga. Quando a panela estiver aquecida e a manteiga derretida, junte 250g de bananinha em tiras.

Frite a carne, ela ficará tostada por fora mais ainda levemente crua por dentro. Retire a carne da panela. Reserve-a ao lado,  em um prato a parte.
Na mesma panela coloque 1 colher de sopa de azeite e a cebolas cortada  em tiras, julienne.

Frite por 2 minutos até ficarem translúcidas e acrescente 2-3 colheres de sopa de  shoyu.

Deixe por mais 1 minuto e retire-as juntando-as so prato reservado com as bananinha.

Page 3

Na mesma panela, com o ‘caldinho’ que se formou da carne e da cebola, coloque 1 colher de sopa de azeite e junte 1 cebola picada brunoise e 1/2 cenoura ralada e deixe por 1-2 minutos ou até a cebola ficar translúcida.

Acrescente 1 xícara de arroz arbóreo e deixe até que os grãos estejam bem envoltos na gordura,  cerca de 2 minutos.   Junte  100ml de vinho branco e seco, deixe  até que o vinho  evapore,  cerca de  por  2-3minutos, ou até ser completamente absorvido pelo arroz.

Page 2

Então coloque as 3 xícaras de caldo de carne, aos poucos,   a medida que o arroz for secando. ou substitua o caldo caseiro por 3 xícaras de água fervente com 1 tablete de caldo de carne industrializado

Coloque cerca de 1/2 xícara de caldo de cada vez, para que o arroz, embora sempre úmido não fique imerso no líquido. Mexa com a colher do centro da panela para fora.

Regule a chama do fogo para que o risoto borbulhe lentamente.   A proporção entre caldo e arroz,  será sempre  de:   para cada 1 xícara de arroz de  risoto, 3 xícaras de caldo.

O cozimento do arroz se dá cerca de 12-15 minutos, após colocar a primeira xícara de caldo. O grão deve estar  ‘al dente’, cozido porém deve oferecer resistência ao dente.   Quando o risoto estiver quase pronto, cerca de 1-2 minutos antes de desligar, junte a carne selada e junto o caldinho dela, se houver.  Desligue o fogo e finalize com 1 colher de sopa de manteiga e 100g de queijo ralado.

Sirva com  de parmesão e bom apetite!

Page 4

Os cozinheiros italianos literalmente não se afastam da panela enquanto o risoto está sendo feito, mexendo sempre no começo e depois enquanto cozinha com menos frequência.  Esta técnica garante uma textura cremosa e um risoto perfeitamente cozido.

O ideal é fazer o risoto na hora de servir, mas quando recebemos visitas em casa, nem sempre é possível. Por isso, a dica é deixar o risoto quase pronto, desligar um pouco para atingir o ponto ideal, e reservar o  caldo para usar depois.
Na hora de servir, é só ferver  o caldo restante e continuar o preparo, até o risoto ficar al dente. Só então finalizar com a manteiga e o parmesão.

Qualquer dúvida, só espiar o preparo do Risoto de Filet Mignon, é praticamente o mesmo. 🙂

Experimenta, monta encanta e me conta se aprovou!

Page 5

Risoto de Bananinha

Obrigada pela visita e até a próxima receita, um beijo para você Rosi Seligra.

Tempo de preparo: 20min

Tempo de cozimento: 20min sendo 13-15 para o arroz

Rendimento: 2 porções