Paella Valenciana, risoto espanhol dos Deuses!

Please log in or register to like posts.
News
paella valenciana

Paella Valenciana, direto de Valência!

Paella Valenciana, é risoto espanhol saborosíssimo,   amarelinho com açafrão. Leva lagosta, camarões gigantes, lulas, vieiras, lagostins, mariscos pretos, frango porco ou coelho com, pimentões, vagem e ervilha fresca. Mas não necessariamente todos estes crustáceos, devem estar presentes, a de hoje, por exemplo é feita com frango, camarão, lula e mariscos.

A receita é de família, atravessou oceano e mais de 50 anos para chegar até você!  Veio de  navio,  nas anotações do caderninho de receita da minha abuelita, que pegou com sua mãe e vem sendo passada de geração a geração vai saber  quantas  mais.

Sou filha de espanhóis, cresci correndo ao redor de um tacho de paella,  vendo a mãe a vó a tia preparar, e agora vou contar para  você todas as dicas, para não ter erro, na hora de você preparar a sua, convidar seus amigos e arrasar na apresentação.

Elegante de servir,  gostoso de comer e muito  fácil de fazer

A paella é o prato típico espanhol mais conhecido no mundo inteiro. Nada mais é do que um risoto com frutos do mar. Se você já fez risoto alguma fez na vida, vai fazer que nem nada. Se nunca fez, mas já fez arroz branco, também vai conseguir fazer facilmente! Garanto que apesar de não parecer, o preparo é fácil!

paella-valenciana

paella valenciana

A paella, possui uma grande variedade de tipos, que vem sendo criados de acordo com a região onde ela é preparada. Algumas das variações mais apreciadas  são a de hoje que é a Valenciana, feita de frango + frutos do mar e a Marinera que é composta apenas de frutos do mar.

A Valenciana, além dos frutos do mar e  frango  também  pode ser servida com coelho.  Também igualmente apreciado é o  Fideuá, clássico da região de Gandia, que substitui o arroz por macarrão, combinado com peixe, lagostim, mexilhão e pimentão. Não há inovações, mas adaptacões.

A tradição do preparo continua  exatamente a mesma, desde os séculos  XV e XVI, quando surgiu na Espanha, na região de Valência, mais especificamente na região de Albufera, região de grandes arrozais e de grande produção de verduras frescas.

paella-valenciana-monta-encanta61Originalmente um prato popular, foi criada pelos camponeses que partiam para o campo com a paellera ou paella, arroz, azeite e sal e agregavam ingredientes da caça, legumes da estação e as sobras que possuíam. O tomate só foi acrescentado posteriormente, trazido da América por Cristovão Colombo, e o frango, que era muito caro para os padrões da época.

O prato é chamado paella devido à paellera ou paella valenciana, uma espécie de frigideira, de ferro ou aço, onde são preparados vários pratos da culinária valenciana, como o arroz negro e o fideuá – paella de macarrão.

A paella ou paellera, é uma frigideira rasa e com duas alças. O formato da paella favorece o cozimento do arroz por igual.

O nome paella vem do latim “patella”, espécie de bandeja usada na Roma antiga, onde eram colocadas as oferendas aos deuses, em rituais de fecundação da terra.

INGREDIENTES PAELLA VALENCIANA:

  • 300g de vagem
  • ½ pimentão vermelho
  • ½ pimentão amarelo
  • ½ pimentão verde
  • ½ kg de lula cortada em anéis
  • 1kg de Camarão Médio Rosa
  • 1/2 kg de frango em pedaços pequenos, pode ser peito, coxa, sobre coxa ou ca oxinha da asa.
  • 2 litros de água fervente
  • 2  tomates picados
  • 2 cebolas picadas
  • 200 g de ervilha fresca
  • 1 cabeça de alho descascado e picado
  • ½ kg de marisco com casca de preferência
  • ½ kg de arroz arroz bomba ou arbóreo.
  • No dia um dos meus convidados não comia arroz de risoto, então o jeito foi improvisar usando arroz agulinha. Mas dê preferência ao arroz bomba- da foto, típico espanhol. para paella e na falta dele opte pelo arbóreo. Se você não gosta de arroz de risoto, já sabe que dá para fazer com agulinha e fica uma delícia também!
  • 100 ml de azeite
  • açafrão para paella, costumo usar o 2 unidades do paellero, mas existem várias outras marcas boas no mercado. Paellero, vendido numa
  • caixa com 5 unidades.
  • colorau, pimenta do reino e sal a gosto.

A receita de hoje é prática, simplificada do jeito que a gente a-do-ra!  Não precisamos preparar o caldo de cocção – carne, peixe, frango ou legumes,  com antecedência, pois ele será feito, junto e ao mesmo tempo do preparo.

Primeiro, no azeite  frita-se o frango, depois e no  mesmo tacho,  o camarão, então frita-se  o ‘sofrito’, que é alourar o alho, a cebola, tomates e pimentões. Então acrescenta-se água, afim de prepararmos o ‘caldo’ e deixamos cozinhar por 20minutos. O ‘caldo’  é a base, o segredinho de sabor deste prato, quanto mais gostoso for,  mais gostosa será a paella.  Com o caldo pronto, coloca-se o arroz, as lulas, e 20 minutinhos está pronta!  Não falei que era baba do quiabo?  Mas vem comigo que eu te mostro o preparo:

COMO FAZER PAELLA VALENCIANA:

APERTA O PLAY:

  1. Em um tacho de paella coloque 100ml de azeite.
  2. Um tacho de paella nada mais é do que uma frigideira grande de ferro. Portanto caso você não tenha um, pode perfeitamente substituir pela maior  frigideira que você tiver na sua casa,  tamanho mínimo recomendado, para a quantidade de hoje é de 35cm., quanto maior menor será o trabalho e já já eu explico porque.
  3. Deixe o azeite  aquecer e frite os pedaços de frango. Mas fique atento a temperatura do fogo, não pode estar baixa para não formar água, se a ‘chama do seu fogão’ não for forte, sugiro que frite os pedaços de frango aos poucos, a fim de que evite a formação de água. Eles devem ser fritos e não cozidos.
  4. Os frangos deve ficar crocantes, bem fritos, mas com atenção para não queimar o fundo da panela senão amarga o molho. O dourado do frango, a crosta que se forma no tacho, é essencial para o ‘gosto’ final da paella.Após o frango  frito, abra um círculo no centro do tacho, dando espaço e coloque o camarão para fritar.
  5. Se não houver espaço suficiente, retire os frangos fritos e reserve-os. Por isso, quanto maior o tacho, ou a frigideira menor o trabalho, pois você não precisará retirar o frango para fritar os camarões.
  6. Frite os camarões, tomando atenção, para que eles também não formem água. Camarão frita bem mais rapidinho que o frango, cerca de 3-4 minutos de cada lado costuma ser suficiente.
  7. Retire-os do tacho, e reserve. Se tiver espaço suficiente, abra um círculo e coloque o alho picado.
    como fazer paella
    paella valenciana
  8. Doure os alhos por 2 minutos e então acrescente as cebolas picadas
  9. Deixe por 2minutos ou até ficarem translúcidas. Junte  2 unidades do paellero, mais 1 colher de sopa de colorau, e pimenta do reino a gosto.
  10. Deixe os condimentos dourarem por 2 minutos. Então junte os tomates, e os pimentões, doure-os por 2 minutos. receita de paella
  11. Junte as lulas, elas formam água, evitando que o ‘sofrito’ de alho, cebola e condimentos grude no fundo da panela.
  12. Misture os ingredientes, tomando sempre cuidado para não grudar no fundo e nem formar  água, procure manter o equilíbrio na hora de fritar, raspando o fundo do tacho, evitando que  grude, queimando ou formando água.
  13. Devolva o frango frito e reservado ao tacho. Devolva metade  dos camarões fritos  ao tacho, escolha os menores, deixe os maiores e  mais bonitos  sem separados para decorar a paella depois de pronta paella-valenciana
  14. Coloque  200g de ervilhas frescas e 300g de vagem
  15. Adicione os 2litros de água quente.Misture os ingredientes  e após ferver abaixe o fogo para mínimo  e deixe cozinhar por 20 minutos.
  16. Com este cozimento, nós obtemos o ‘caldo’ da paella, que vai dar ‘gosto’ todo especial ao arroz.
  17. Após 20min, o caldo já está com um gosto e s p e t a c u l a r    e  é hora de  acrescentar o arroz paella valenciana
    pella valenciana
  18. Neste dia, servi como entrada vôngoles lamb lamb, fiz cerca de 200g a mais da receita e então acrescentei neste momento, os vôngles já prontas  ao caldo.
  19. Os vôngoles são opcionais, você pode aproveitar a dica e também servir lamb lamb de entrada, ou não e neste caso só não acrescenta-las a a paella.Misture, distribuindo bem os ingredientes.
  20. Deixe cozinhar em fogo baixo, por 15minutos.
  21. Sempre atento, com  cuidado para não grudar no fundo, se necessário for, mexa com ajuda de uma colher.
  22. Após 15 minutos o caldo está quase seco. paella valencian
  23. Recoloque então os camarões de volta, em pé decorando e enfeitando a paella. Paella Valenciana
  24. Distribua os mariscos pelo tacho. Deixe cozinhar por mais 5 minutos e então desligue.
  25. Se você encontrar mariscos frescos e fechados, prefira-os. Neste momento eles cozinharão junto com a paella nos 5minutos restantes até desligar. Os mariscos frescos  liberarão o ‘suco’  próprio, que acrescentará um sabor especial  a paella. Mas caso você só os encontre cozidos, como aconteceu comigo, eles entrarão no prato, mais como decoração, uma vez que não acrescentarão sabor.

paella-valenciana

paella valenciana

Recapitulando, a paella cozinhou primeiro 20min para formar o caldo, depois + 15minutos  para cozinhar o arroz e + 5minutos finais já com o camarão e os mariscos. Total de cozimento 40minutos.

paella-valencianaTampe com papel alumínio, e deixe repousar por 10minutos antes de servir.

paella-valencianaSirva imediatamente.

paella-valencianaNão falei que fazer  paella é simples,? é como fazer risoto.

Se inspira assistindo o preparo no vídeo, e bora marcar uma data para preparar a sua!

Seguindo o passo a passo, aqui, não tem erro. Você vai montar a sua com facilidade e encantar seus convidados.

paella-valenciana

Qualquer dúvida, estou a disposição, só perguntar se eu souber ajudar terei imenso prazer em participar.

 

paella-valencianaGaranto que vale a pena experimentar,

Mas o interessante é que este risotão acaba agradando até as pessoas que não curtem frutos do mar.

O arroz fica com sabor único, leva frango tem  legumes  al dente, o prato é completo.

Para quem não gosta, na hora ‘H’ de se servir,  é só dispensar os frutos do mar e para quem gosta é só se jogar.

  • Rendimento: 6 pessoas
  • Tempo de Preparo: 20 minutos
  • Tempo de Cozimento: 20min p/ caldo + 20minutos cozimento + 10 minutos repouso

Obrigada pela visita, um beijão para você

Rosi Seligra

Salvar

Salvar

Salvar

24 comments on “Paella Valenciana, risoto espanhol dos Deuses!

  1. Gostaria de saber se posso fritar os ingredientes de véspera e terminar o cozimento no dia seguinte.

  2. Olá! Ontem testei a receita e fiz passo a passo conforme descrito e vídeo, estávamos em grupo de amigos, 8 casais e o resultado final foi aprovação de 100%. Conseguimos comprar todos os ingredientes adicionei carne suína, Picanha e utilizamos arroz Arbóreo. Obrigado pelas dicas, fotos e vídeos, ajudou bastante, pois foi a primeira Paella que fiz. Abs.

    • ehhhh Padilha, feliz! 100% de aprovação é demais! um beijo e obrigada por participar

  3. Olá, adorei a receita. Eu tenho uma dúvida. Gostaria de colocar a paella em um buffet por várias horas. Seria aconselhável por em um reachaud em banho maria, pata não esfriar?

    • Sim Emilie, seria aconselhável, paella fria não é tão gostosa! Beijao p vc

  4. Bela apresentação. Parabéns!
    Infelizmente não tenho dotes culinários, mas gosto muito de receber meus amigos. Tenho um fornecedor de paella que entrega em domicílio. Tudo de primeiríssima linha, como manda o figurino. Realmente nota 10.
    Mas, como cozinha não é a minha praia, eu não sei bem qual ou quais acompanhamentos seriam necessários, ou se a paella por sí só seria suficiente para o jantar.
    Agradeço por sugestões.

    • Olá Lauro, paella é prato único bem completo, pode ser servida sozinho sem gdes acompanhamentos! Aconselho uma entradinha, para as pessoas irem beliscando enquanto ela ainda não chegou no seu caso ou enauanto termina seu cozimento, caso arrisque fazer, é fácil garanto que com o passo a passo e as dicas vc faz com sucesso! Dá para servir uma Saladinha Verde, que é leve, e a sobremesa para fechar com chave de ouro! Aqui em casa, a entradinha é de vôngoles, tem receita aqui no Monta também. Na busca digite vongolis e Bom Apetite! Obrigada pelo feed back, pelo carinho e um beijao p vc

  5. olá! excelente receita! alguma dica de onde comprar arroz bomba??

    • Olá Rodrigo, não tenho nenhum lugar especial para te indicar, mas joguei no Google agora, ARROZ BOMBA comprar e apareceu um montão de gente vendendo por lá. Vamos ter paella? hummm delicia, depois me conta o que achou ! Um beijão para você e obrigada por participar aqui conosco

  6. Gostária de saber quanto de arroz devo colocar para 20 pessoas , bj

    • Olá Sadra, para 20 pessoas eu costuma colocar 1k e 1/2, máximo 1 k e 750g de arroz. Você vai amar a receita. Depois, se puder dar um feedback, vou amar! beijao p vc 😉

  7. Queria saber se colocar a lula praa refogar no inicio vc diz pra deixar cozinhar 20 minutos entao como ela so pode cozinhar 10 minutos nao entendi pode explicar?

    • Olá Nagela, quando a lula é nacional, pequena e rosada, ela só deve cozinhar 10 minutos senão emboracha, já se a lula é importada, elas são maiores e bem branquinhas e não emborracham de jeito nenhum ai sem problemas deixar 20 minutos. Desculpe pela confusão. Um beijão p vc

  8. Olá Rosi,

    Parabéns pela receita e pelo passo a passo incrível.
    Fiz hoje pela primeira vez e ficou divino, a única coisa que senti falta foi do sal, mas o resto ficou no ponto.
    Os camarões de enfeite do final faltara um pouquinho de tempero, mas nada que desabone o prato de comer de joelhos.
    Agradeço mito pelas dicas e continuarei provando outras.

    • Que alegria Alexandre, Feliz que experimentou e aprovou! obrigada por compartilhar conosco sua experiência e um beijão para você

  9. Olha, só não gostei porque eu não tenho aqui agora os ingredientes para fazer a paella, e estou com uma baita fome, estas fotos só devem ser vistas quando você não está com fome como eu estou, e eu aprecio d-e-m-a-i-s os frutos do mar. Muito obrigada por postar com riqueza de fotos e detalhes. Se Deus quiser, em breve vou tentar fazer do jeitinho que você ensinou. Mas tenho uma dúvida: os anéis de lula ficam macios cozinhando somente por 20 minutos? Uma vez tentei fazer anéis de lula à milaneza mas ficaram borrachudas, não gostei… Deveria tê-las cozinhado na panela de pressão? Grata mesmo. Que o Senhor Jesus os abençoe!!!

    • Olá Lucimar, o que determina a maciez da lula é a própria lula rsss … nao precisa de pressão não, se for comprar a lula importada as grandonas brancas carnudas, sabe> elas não endurecem por nada nesta vida, são macias, Já se for comprar as nacionais prefira as menores, são bem macias. Na dúvida, mude o momento de introduzir as lulas e coloque-as 5 minutos antes do momento de desligar o fogo, quando o arroz está quase pronto. As lulas se cozidas até por no máaaximo 10 minutos costumam nao endurecer, se passam disso corre-se o risco e aí só panela de pressão mesmo! Não sei se me expressei bem, mas to aqui à disposição p qq dúvida que surja durante o preparo. mas é simples, na prática é bem mais fácil que na teoria. Depois me conta um beijao p vc 😉

  10. adorei a receita, mas sinceramente nao sei como nao deixar juntar agua…. principalmente na hora de colocar a lula…. 🙁

    • Miriam, tudo bem? Não sei se vou conseguir me expressar, mas o segredo está na temperatura do tacho, o fogo deve ser forte, o da paellera é ótimo para isso, bem potente, assim a quantidade de água que forma é mínima o suficiente apenas para glacear o fundo da tacho onde foi frito o camarão e o frango, a água que forma ao colocar a cebola e os tomates também ajudar a glacear e a formar o caldo, que fica divino … Experimenta, o passo a passo na prática é bem mais simples que na teoria. Um beijao p vc 😉

  11. Essa receita deve ser um espetáculo!! Fiquei com água na boca! Amo paella!
    Querida, esses dias eu encontrei no supermercado aqueles pacotes para o preparo de paella. Eles são indicados para fazer essa receita? Outra coisa que eu gostaria de saber, os camarões com casca podem ser substituídos pelos sem casca?
    Grata!

    • Olá Sammy, poxa não vou saber responder, mas se seguir a receita não precisará de pacote preparado. E sim pode substituir os camaroes com casca por sem casca, mas neste caso sugiro que vc faça o caldo a parte com as cascas do camarão e as cabeças, pois são elas as responsáveis pelo sabor do caldo. Obrigada pelo carinho, um beijao p vc e qq duvida na hora do preapro estamos aqui 😉

  12. adoro…a forma de suas apresentações, muitas fotos…muitas dicas!!! estimula…a realizar a receita…parabéns!!!!!

    • Denisi, experimenta, seguindo o passo a passo não tem erro!! Depois conta para gente, muuito obrigada pelo carinho, tão gostoso receber 😉 Obrigada também pela sua participação e um beijao p vc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *